Opinião

Crimes?- As Réplicas de roupa vendida nas redes sociais

Janeiro 18, 2018

Num mundo de opiniões ficamos na dúvida de qual é o maior dos crimes!

crimes

Oi, oi Ladies and Gentlemen!
Ando um bocado confusa…
Recentemente vi um post que mostrava uma detenção feita pela ASAE a uma loja online que vendia produtos contrafeitos até pelo facebook.
Aparentemente era uma loja bem conhecida e com muitas vendas em todo o país…

Ora que começa nos comentários a guerra de opiniões.

Muita gente achou bem!

Ao fim e ao cabo estamos a falar de réplicas e contrafacção é crime por isso é normal que a ASAE tenha feito essa detenção.

Independentemente de ser na rua, nas feiras, ou na internet, lojas com venda de produtos “réplicas” devem ser não só controladas mas também fechadas pelas autoridades!
E também havia quem defendesse que as pessoas que compram peças contrafeitas e tivessem consciência disso também deveriam sofrer alguma coima.

Depois temos  um outro lado contrário descrito nesses comentários.

Muita gente defendia que as autoridades deveriam se preocupar com os crimes das grandes marcas como Zara e até Primark que vende roupas produzidas na Asia feitas com trabalho escravo, muitas vezes até trabalho infantil.

Marcas enormes, caríssimas, que pagavam misérias aos seus trabalhadores é que deveriam ser detidas e julgadas!
Defendiam também que as peças réplicas muitas vezes eram feitas até na Europa e só eram mais baratas porque não era adicionado o valor da marca ao preço.

Daí nasceu mais um ponto de vista…

Algumas pessoas defendiam a compra das réplicas tendo em conta o material que são feitas!

Enquanto a marca original fazia as suas peças com pele de animal as réplicas utilizavam materiais sintéticos.. E por isso aceitavam e preferiam comprar as réplicas do que as peças originais.

Por fim começou a última batalha de opiniões… Talvez a mais acesa…
Metade das pessoas defendia que as pessoas só compravam réplicas porque queriam ostentar… Mostrar ter um poder económico que na realidade não possuíam.

Viver de aparências mesmo sabendo que tudo o que possuíam era falso…

Esse seria o maior dos crimes!

A outra metade defendia que as pessoas compravam réplicas apenas por gostarem do modelo, querem estar na moda mas não queriam pagar muito… Se a réplica não tivesse nenhuma marca na etiqueta ou na estampa seria comprada da mesma forma.
Defendiam que não havia necessidade de gastar dinheiro apenas por uma etiqueta!
Por isso acham errado as autoridades gastarem o seu tempo a fazerem rusgas a lojas em vez de procurarem bandidos…

No final desta guerra de opiniões não houve nenhum vencedor nem vencido..
Eu pessoalmente vejo que cada lado tem pontos certos e pontos errados!
E vocês? Qual é a vossa opinião?

Divirtam-se !!! ;)

pincel duo face

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *